BLOG NUTRIMÃE

PARA NÓS, INFORMAÇÃO É O PONTO DE PARTIDA PARA RESIGNIFICAR NOVOS HÁBITOS. BOA LEITURA!

Icon Heart Page

Maçã reduz os riscos de asma do bebê!

Muitas mães ficam em pânico de imaginar que seus bebês possam ter asma. Não é por menos porque trata-se de uma doença que costuma pegar os pequenos em cheio. Por isso, queremos te contar um segredo: a maçã reduz os riscos de asma do bebê!

A asma

Quem convive com essa doença passa por um baita desconforto: muita tosse, chiado no peito e falta de ar, já que a asma é a inflamação dos tubos que conduzem o ar pelos pulmões, dificultando o processo respiratório. Se passar por isso é ruim, imagina ver seu bebê tendo dificuldades de respirar? Não queremos isso para ninguém!
O desequilíbrio hormonal durante a gravidez, assim como o sistema imunológico mais fraco das gestantes, pode tanto amenizar os efeitos em quem já sofre com a doença, quanto intensificá-los, e cuidar da sua saúde é importante para o seu bebê.

A maçã

A maçã é uma fruta de baixo teor calórico e sódico, e rica em fibras e vitamina C. Essas características a transformam em uma fruta indispensável no cardápio de qualquer pessoa, uma vez que, entre outros benefícios, ela ajuda a diminuir o colesterol e o risco de doenças cardiovasculares; previne Alzheimer e o cancro; melhora a digestão, a visão e ajuda no controle da diabetes, além de aumentar a energia e, como não podia faltar, alivia problemas respiratórios, devido aos nutrientes antioxidantes e anti-inflamatórios.
Principalmente durante a gravidez, para prevenir a necessidade do uso de medicamentos de tratamento da asma e outras complicações, ingerir maçã diariamente é uma boa opção, tanto para a mãe quanto para a prevenção da doença no filho que ainda vai nascer.
 
Leia também:

A relação entre a maçã e a asma

Os dados de uma pesquisa realizada na Universidade de Aberdeen e Utrecht, na Holanda, mostraram esse impacto ao constatar que as chances de asma diminuíram em 53% nas crianças cujas mães ingeriram pelo menos quatro maçãs por semana ao longo da gestação. Com isso, a recomendação é comer uma maçã por dia. Você pode variar as maneiras de ingestão, apostando em sucos, vitaminas e geleias. Vale também a opção da maçã desidratada e seca para um lanchinho, que tal?
Parece que o famoso e velho ditado americano “One apple a day, keeps the doctor away” (Uma maçã por dia mantém o médico longe) tem lá suas verdades. Agora que você já sabe isso, basta escolher qual tipo de maçã você gosta mais e criar muitas receitas diferentes. Cuidar da alimentação na gravidez pode ser uma delícia, além de ser saudável e criar hábitos que você pode levar pro resto da vida (e influenciar toda a família!).
Tem receitas gostosas que usam a maçã? Sabe de outros benefícios da fruta ou dicas de prevenir a asma? Compartilha com a gente!

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *